Buscar
  • Eduardo

Ergonomia no Home Estúdio - Mesa

Vamos a mais um tópico importante para a ergonomia do seu estúdio em casa.


Já falamos do mouse e do monitor, mas tem um outro ponto muito importante que é a sua mesa. Na verdade ela pode passar desapercebida, pois simplesmente suporta um monte de coisas que colocamos sobre ela. Não é de se estranhar ser um dos primeiros itens a se improvisar junto com a cadeira em um cantinho do quarto, porém ela afeta na altura do monitor, seu teclado, mouse, mesa digitalizadora, mesa de som e os mais diversos equipamentos e acessórios. Então temos que dar atenção especial a ela.


Eu não pretendo fazer deste artigo um tratado sobre o assunto, muito pelo contrário, então não abordarei dados técnicos nem marcas, até mesmo porque a minha é adaptada também. então isso pode ser encontrado em diversos sites, basta buscar a informação, então pretendo mostrar as soluções que adotei em meu espaço dadas as condições físicas e financeiras da ocasião.


Mesa do estúdio com suporte para monitores, teclado e mouse feita em casa.













Primeiramente, minha mesa não é uma mesa comprada para a finalidade do estúdio como disse. Na verdade, como você pode ver na foto, ela é uma bancada que foi adaptada com um gaveteiro de um lado que serve como pé de um lado e um tubo da mesma bancada e um pé em canto de uma escrivaninha do outro lado. Sim... é uma Frankenstein legítima!!


Ela possui uma altura muito boa para o meu computador, que permite que o monitor fique na altura dos olhos não tendo que levantar nem abaixar a cabeça durante a utilização. Utilizando pedaços de prateleiras, eu adaptei um nicho de cada lado para colocar os equipamentos embaixo e os monitores em cima, porém com o tempo acabei fazendo dois suportes de monitores com tubos de PVC e que estão atrás da mesa. O problema desta mesa é que ela é um pouco alta para o teclado e mouse, por conta disso, tive que fazer algumas adaptações, como o suporte para o teclado e outro para o mouse.


Como meu espaço é bem apertado, eu não poderia me dar ao luxo de deixar estes suportes abertos e por conta disso eu os fiz retráteis e cada um na sua altura.

Base do mouse e teclado em posição recolhida.
base do mouse e teclado em posição intermediária
base do mouse e teclado em posição totalmente aberta

Eles são independentes um do outro, podendo regular a profundidade de cada um independente.


A base do mouse tem uma altura regulável, porém com o uso, notei que a posição baixa ainda é a melhor. Como eu utilizo o roller ball da Logitech, eu não preciso ficar movimentando o mouse que fica parado na mesma posição, portanto não preciso de grande espaço para movimentação.


E para fazer essa traquitana toda, eu utilizei apenas algumas prateleiras usadas, que com sorte eram de uma cor próxima do móvel, alguns pedaços de MDF, parafusos, corrediças de armário encostadas e muita criatividade.


Tomei cuidado para que eles ficassem na altura adequada para que eu conseguisse manter os braços apoiados nos apoios de braço da cadeira e ter acesso ao teclado e mouse sem dobrar os pulsos exageradamente. Veja a foto abaixo da condição atual de trabalho.

posição do teclado e mouse em relação à pessoa sentada na cadeira e apoios de braço

Posso afirmar que o resultado ficou ótimo e não tenho nada o que mudar no momento.

adaptação de base própria para o teclado

Você notará que eu também acabei fazendo uma pequena base para o teclado, pois o teclado da Apple, é muito fininho, como o magic mouse. O design arrojado junto com a tecnologia, criam esses equipamentos compactos e fantásticos, porém não muito favoráveis à ergonomia como falei neste Artigo.

foto da base adaptada do teclado sem o teclado.

Isso foi necessário pois mesmo com a plataforma retrátil, o teclado ainda ficava baixo, então acabei usando mais MDF, umas borrachas e um pedaço de espuma e tecido e fiz essa base estilosa (SQN) e que tem até apoio para o pulso.



Enfim, não tenho muito mais o que falar destes suportes, pois cada mesa, cada estúdio, cada mouse e teclado, cadeira, etc tem uma condição diferente, mas espero que estas ideias tenham estimulado sua criatividade para resolver os seus problemas de forma criativa sem ter que gastar fortunas em equipamentos novos ou ficar sofrendo com adaptações que te causarão problemas de saúde futuramente.


Não deixe de olhar os outros artigos que têm no meu Blog. Tenho certeza que tem outras ideias interessantes lá que você pode aproveitar.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo