Viesearch - Life powered search
top of page
Buscar
  • Foto do escritorEduardo

Dúvidas sobre Locução Publicitária - Parte 1



Uma jovem usando óculos, cabelos pretos e lisos e camiseta cor de rosa utilizando um fone de ouvido e está na frente de um microfone olhando a tela de um computador.
Esclareça suas dúvidas sobre locução publicitária.

Aqui pretendo esclarecer algumas dúvidas que existem sobre a área da locução publicitária.


Mais do que uma resposta que represente toda a categoria, é um espaço onde coloco a minha opinião baseada em minha experiência e na convivência com os diversos colegas de profissão.


1 - Quanto ganha um locutor publicitário?


Isso depende muito de alguns fatores como:

  • Momento de carreira,

  • Estratégia

  • Investimentos

  • Se é a atividade principal ou apenas um hobby

  • Tipo de job

  • Estilo e outros fatores.


O que quero dizer quanto a momento de carreira é que você tem profissionais que estão no início de carreira e por isso cobram valores baixos para ir conseguindo clientes e ganhando mercado, aprendendo, etc. Já profissionais que estão há anos, estabelecidos, com uma carteira de clientes que sempre os procuram, estes cobram os valores mais altos encontrados no mercado e sua remuneração condiz com a experiência e qualidade do material final. Apenas para dar um exemplo, você tem iniciantes que se sujeitam a ganhar R$10 por um off até os profissionais que ganham R$15.000,00 por fazer apenas uma assinatura de produto!


Quando me refiro à estratégia de atuação, quero dizer como você pretende atuar com a locução junto a seus clientes e seu tempo, ou seja, você quer fazer diversos trabalhos baratos, tipo baciada e ocupar seu dia inteiro locutando e ganhando, por exemplo, de R$15 a R$20 por job e no fim do dia ter feito uns R$400 ou mais ou quer ocupar seu tempo prospectando bons clientes, agências e produtoras e em um único job ganhar R$4.000,00? É uma questão a se considerar seriamente. Há mercado para todos.


No que diz respeito a investimento, é um pouco óbvio que se você tem um estúdio básico no qual gastou R$3.000,00 com o mínimo necessário como um microfone USB e um desktop ou um notebook simples e uma DAW gratuita, você não terá a expectativa de recuperar o seu investimento da mesma forma que uma pessoa que investiu R$30.000,00 ou mais com um espaço tratado acusticamente, interface, um microfone condensador de melhor qualidade, etc. Quero deixar claro que não estou julgando com esse comentário a qualidade de uma estratégia e outra, pois pode-se ter um setup simples com uma qualidade muito boa e um local com certo tratamento e uma qualidade questionável justamente por desconhecimento e falta de experiência. De qualquer forma, o que quero deixar claro é que a decisão sobre o seu estúdio vai influenciá-lo na estratégia a ser usada para ganhar seu suado dinheirinho.


O próximo item pode parecer piada, mas é verdade, conheço pessoas que fazem o trabalho porque gostam e nem tanto pelo lado financeiro, tanto que nem lembram de cobrar os clientes. Isso acontece, pois a atividade principal, seja qual for, já provê o rendimento suficiente, portanto, você não vai buscar grande remuneração e sim clientes constantes para continuar atuando o que em geral está relacionado a preços mais baixos.


Quanto ao tipo de trabalho, isso é importante, pois ele está relacionado ao segundo item dessa lista. Vou abordar com exemplos, pois fica mais fácil. Se você optar por gravar audiolivros, você vai gravar cerca de uma hora e meia a duas horas e meia a três horas para tirar uma hora de gravação limpa e ganhar de R$200 a R$300 por hora. Isso vai depender de seu rendimento na leitura e qualidade da gravação. A gravação de audiolivros é um campo crescente no Brasil e apesar de estar começando a ser feito por Inteligência Artificial, muitas produtoras ainda buscam o leitor real que em geral gosta muito de faze-lo, porém é uma atividade trabalhosa e com baixo rendimento financeiro. Se você conseguir ocupar seu tempo todo fazendo audiolivro, pode até ter um rendimento razoável ao final do mês. O outro tipo de trabalho é a gravação de peças publicitárias ou materiais para internet nos quais pode ganhar de R$ 700 a R$5.000,00 ou mais com apenas uma hora de trabalho! Há que se atentar ao fato que o calor também vai depender do tempo de exposição que esse material terá com o cliente, por exemplo, é apenas para um evento, uma data comemorativa, seis meses, um ano, etc. Pode depender também do tamanho da empresa que o está contratando, dentre outros fatores.


Para finalizar: estilo. Sei que é um pouco questionável, mas é um fator importante e ele está relacionado aos outros itens acima. O que quero dizer com estilo é que se você, por exemplo, tem vícios de fala, ou não se preocupa muito com a dicção ou aprender estilos diferentes de locução, isso vai deixa-lo mais exclusivo para um certo mercado como gravações mais populares como carros de som ou portas de loja ou algo que esteja limitado àquele seu estilo. Já se você consegue gravar nos diversos estilos de locução, fala outra língua com fluência, faz voz caricata, etc, você terá um campo muito maior de atuação compreende?


Conclusão:

O fato é que não é possível estimar exatamente o quanto você pode ganhar com a atividade de locutor publicitário porque isso vai depender de diversos fatores como os que listei acima apenas para dar uma ideia. Tem pessoas que vivem de locução e ganham muito bem, mas estas estão há um certo tempo no mercado, estudam e investem seriamente em estúdio e aprendizado e também em prospecção. Então é possível sim viver da profissão, mas você tem que lembrar que essa é uma profissão solitária, você é o seu chefe e o trabalho não vem facilmente até você, você precisa se promover, investir em um mínimo de divulgação e se dedicar a fazer um bom trabalho.

Da mesma forma não há uma tabela de valores, pois isso não é permitido, mas existem alguns valores de referência que alguns profissionais utilizam e com um pouco de paciência você consegue ter acesso a eles na internet.

O importante é que se você pretende atuar nessa profissão, você precisa parar e avaliar como pretende trabalhar


2 - Quem é o locutor de um anúncio?


Como locutores, todos gostaríamos que tal informação fosse divulgada em cada peça publicitária, pois serviria para ajudar na divulgação do trabalho dos colegas, porém, temos que ser coerente, pois assim como nós, os engenheiros de áudio, editores de vídeo e outros profissionais envolvidos em uma peça, também gostariam de ter suas informações divulgadas. E como isso seria feito? Créditos passando a cada final de comercial? - Impossível!


Você pode encontrar muitas informações no site do Clube de Criação onde muitas informações estão na ficha técnica da peça publicitária, porém é sabido que muitas produtoras não divulgam esta informação por uma questão de "exclusividade" e não "perderem" o "seu" talento para outros clientes. Muitas aspas nesta frase não é? pois é!!!


A questão é que isso é um desserviço aos profissionais e é sabido que cedo ou tarde a informação vai ser conhecida, é só questão de tempo, até mesmo porque os profissionais gostam de divulgar os comerciais nos quais participaram em seu portfólio, a não ser que haja alguma cláusula de não divulgação ou exclusividade no contrato, o que não é muito comum, portanto é uma exclusividade velada, mas que não passa de um egoísmo mesmo.


3 - Qual é a função de um locutor?


Engana-se aquele que acha que ser locutor é apenas ler o texto em frente ao microfone e entregar e esperar receber após um trabalho sem quase esforço nenhum.


A atividade de um locutor vai muito além disso.


Primeiramente o locutor tem que ser versátil em diversos sentidos, seja nos diversos estilos de locução, seja na flexibilidade do registro vocal, seja na adaptabilidade às condições impostas pelo cliente e produtoras, etc. Enfim, tem que saber se virar nos 30 e tirar um ótimo resultado disso.


Muitas vezes o briefing ou orientação inicial para o trabalho não é clara. Na verdade tende a ser comumente confusa e subjetiva. Atualmente, depois da pandemia, a gravação em estúdios em casa se tornou mais comum e isso, em geral, implica em gravação autodirigida, ou seja, o próprio locutor se dirige. Portanto ele tem que ler o texto, captar a essência daquele material e conhecendo um pouco da empresa e o briefing dado, gravar 3, 4 ou 5 opções realmente diferentes para que o cliente avalie e decida qual a que reflete seu desejo ou que esteja mais próximo disso. Muitos clientes não têm ideia do que querem até ouvirem ou verem o material concretizado o que pode ser considerado como um "rascunho" muitas vezes e aí ele começa a pedir as mudanças para realmente chegar no que o agrada.


O mais importante de tudo isso é que o locutor, com sua voz, tem que veicular a informação do texto carregada com a emoção adequada para aquela parte do texto, o que no final criará uma conclusão sobre a informação e um sentimento, uma ação no ouvinte que é o desejo que motivou a criação da peça publicitária.


Portanto, o locutor tem que saber falar bonito para o estilo e peça específica, atingindo o público da forma exata que o produto ou serviço demanda.


Por isso estudar e praticar, ter referências é tão importante para um locutor publicitário.


Em breve retorno com mais alguns esclarecimentos sobre a profissão de locutor publicitário.


Até mais.




2 visualizações0 comentário

Comments


Logo do Whats app
bottom of page